quinta-feira, 22 de setembro de 2011

ESSAS MENINAS MARAVILHOSAS


Oi, gente,

Hoje resolvi fazer algo diferente, resolvi ficar aqui tomando meus "bons drink". Brincadeira... Seguinte, o texto que vou postar hoje não é meu, trata-se da letra de um música que eu adoro. O nome da música é IGUAIS, escrita e interpretada pela maravilhosa Isabella Taviani. Bem, se observem direitinho, a letra da música fala sobre o romance entre duas meninas e o faz de maneira linda e lírica. Fica assim, com essa música, minha homenagem a todas as minhas amigas meninas que amam outras meninas, afinal "Ainda que eu falasse a língua dos homens e dos anjos, sem amor... nada seria". Ou ainda, como disse Renato Russo "Não existe amor errado" e, como bem visto na música que segue, "Nêgo que enrustiu não separa os iguais".
Luz e paz sempre....

@aharomavelino






No dia em que ela se declarou a cidade inteira
silenciou
Todos queriam ouvir a resposta
Águias com seus vôos rasantes, urubus a espreita
de um pobre instante
Rezando pelo não nas suas costas
E ela cantava o seu amor
Com a sua garganta bran-ca
E ela jurava o seu amor
Com sua garganta San-ta
No dia em que a outra decidiu enfrentar o mundo
por aquele amor
Sentiu o peso sobre seus ombros
Pai, mãe, filho, irmãos, amigos e um casamento
antigo
Julgamentos e seus escombros
Mas elas se amavam tanto
Que já não cabia engano
Mas elas se desejavam tanto
Mesmo o futuro uma tela em branco
Nunca foi tarde demais
O medo, a verdade desfaz
Águias, urubus, julgamentos, fobias, força bruta
Tudo é pouco demais
Código civil, onde se viu, nêgo que enrustiu não
separa os iguais

Nenhum comentário:

Facebook