domingo, 30 de janeiro de 2011

INSENSATO CORAÇÃO

Olá,

Passadas duas semanas do início da novela INSENSATO CORAÇÃO, vou dizer o que tô pensando até agora. Acho que a novela começou morna. Sempre gostei das tramas do Gilberto Braga (adoro Vale Tudo, por exemplo), mas Insensato tá chata.

No início, o texto meloso e a trilha sonora me fizeram pensar que estava vendo uma novela do Maneco. Insisti um pouco mais e vi que a trama não era tão parada quanto às do Manoel Carlos. Mas isso não quer dizer muita coisa. Insensato Coração me parece um filme repetido – e olha que novela é sempre a mesma coisa. A novela tem ares de colcha de retalhos de trabalhos anteriores de seu autor (em Vale Tudo Odete Roitman era dona de uma empresa aérea chamada TCA, em Insensato, há uma empresa aérea chamada CTA – criativo, né?). O casal central da novela ainda não me convenceu (o que foi a atuação da Paola Oliveira na cena do avião no primeiro capítulo?); Lázaro Ramos é um ótimo ator cômico, mas como galã, tá duro de digerir. E a abertura? Como a Globo, com todo seu padrão de qualidade, deixa uma coisa horrorosa daquela ir ao ar. A câmera girando ao redor de uma estátua que parece a logo das Olimpíadas do Rio é a coisa mais sem criatividade que já vi.

Até agora, gostei da Déborah Secco, mesmo assim, tenho a sensação que estou vendo uma espécie de Darlene 2.0, a versão melhorada de sua personagem em Celebridade, também do Gilberto Braga. Antônio Fagundes está começando a deixar de lado o seu personagem em Carga Pesada e Nathália do Vale está ótima.

Gilberto Braga é um ótimo autor, Ricardo Linhares, seu parceiro, tem alguns micos no currículo, mas juntos, acho que eles podem mudar a rota da novela. Se não o fizerem, temo por uma colisão.

Tchau!
@aharomavelino

sábado, 29 de janeiro de 2011

VENDENDO O PEIXE

Olá,

Aproveitando para vender meu peixe outra vez. A imagem abaixo mostra a capa do meu novo livro AMORES POSSÍVEIS (Ed. Multifoco), que narra a história de quatro adolescentes gays (três meninos e uma menina). O lançamento está previsto para março, vamos torcer!

Capa (verso e frente) do livro de temática GLS - Amores Possíveis
Beijos, paz e luz a todos.
@aharomavelino

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

O BBB é BÁSICO

Olá,

Todo ano é a mesma ladainha, sempre que começa um BBB, todo mundo adora dizer que não assiste ao programa, que ele deixa as pessoas mais burras, que a Globo manipula os telespectadores, que isso e que aquilo.

Na boa, eu não vejo BBB. Minto. Vejo, sim. Vejo quando esqueço de mudar de canal, quando estou na casa de alguém e não posso mudar o canal, enfim, não posso dizer que não vejo. Não me acho tão inteligente só pelo fato de não ver (com frequência) o BBB. Não sou referência pra ninguém. E eu não assisto ao BBB porque acho que ele seja um produto da mídia que está aí para nos manipular. Eu simplesmente não vejo o BBB porque não gosto do programa. Pronto. Simples assim!

Acho o BBB uma coisa chata. Ao assistir ao programa, sinto-me como se estivesse no zoológico olhando uns bichos bestas que não tem o que fazer a não ser ficar ali sem fazer nada. Não vejo o programa, mas admito: o BBB é um sucesso e não podemos negar isso. E se ele é um sucesso, é porque tem muita gente que gosta. E tem muita gente vendo (até quem diz que não vê – que não é o meu caso, juro!).

Ouço várias pessoas dizendo que prefere ver programas educativos no lugar do horrendo BBB. Se isso é verdade, então por que no horário dele, a Globo arrasa no ibope e a TV Cultura dá traço? Pensemos nisso!

Fui...
@aharomavelino

sábado, 22 de janeiro de 2011

NOVELAS HERMANAS

Olá,
Sumi do blog porque estava viajando. Pois é, estive em Buenos Aires semana passada. Como todo mundo sabe, sou apaixonado por televisão e sou viciado em dramaturgia (aliás, até sou metido à roteirista). Pois bem, na Argentina, no dia 17 de janeiro, estrearam duas novelas: El Elegido e Herederos de una Venganza.
El Elegido é uma produção do canal Telefé e vai ao ar depois do programa Gran Hermano (o BBB deles). Trata-se de uma novela urbana. Um advogado ambicioso e uma advogada idealista se envolvem num triângulo amoroso. A novela fala de desabrigados, de autismo, etc.

Herederos é uma trama rural, fala sobre a disputa por uma vinícula. A trama mistura amor, disputa de poder e misticismo. Herederos vai ao ar pelo canal El Trece – pelo que entendi, uma emissora pública. Nos primeiros dias, a novela rural levou a melhor e teve mais audiência do que a trama da Telefé.

O que me chamou a atenção foi o nível das produções que em nada lembravam as novelas mexicanas (toda novela latina, fora as brasileiras, parece mexicana pra mim). Os argentinos estão levando a sério a arte de fazer novelas. Aliás, o primeiro capítulo de ambas as tramas tinha mais de uma hora de duração.
Conversando com uma dona de casa em BA, percebi o quanto os argentinos gostam de novelas (inclusive das brasileiras) e pude confirmar que ver telenovelas está no nosso sangue latino.
É isso. Feliz 2011!

@aharomavelino

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...