segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

DIABÓLICOS

Hitchcock - o diabólico

Oi, pessoas

quem me conhece sabe da minha paixão por filmes e seriados. Pensando nisso, gostaria de indicar a vocês um filme que amo de paixão: FESTIM DIABÓLICO, do mestre do suspense Alfred Hitchcock. O filme é de 1948, mas não sejam preconceituosos, assistam a essa obra-prima.

Festim Diabólico 
A trama gira em torno dos jovens amigos (uma amizade muito da colorida, na minha opinião) Brandon e Philip, os dois decidem matar um colega de escola e esconder o corpo dentro de um baú. Eles fazem isso por pura diversão. Para dar uma animada na coisa (afinal, matar por matar é tão chatinho, né?), Brandon organiza uma festinha particular. Ele convida um professor, o pai, a tia e a namorada do morto para um jantar íntimo. Tudo bem, se o louco não tivesse a brilhante ideia de servir o jantar sobre o baú no qual escondeu o corpo do colega assassinado. Prestem atenção na loucura do assassino quando ele empresta uma pequena corda para um dos convidados amarrar alguns livros. Justo a corda que ele usou para matar o amigo. 

Ai, amiga, vamos esconder esse corpo!
O filme parece não ter cortes. Toda a ação acontece no apartamento de Brandon e Philip. O clima tenso da película só é quebrado pela presença da Sra. Atwarter (tia do morto). Ela é viciada em astrologia e analisa todo mundo pelo signo. Ah, outra coisa, Hitchcock tinha uma mania: aparecer em seus filmes. Vejam se vocês conseguem descobrir o diretor nessa obra. Quem descobrir ganha um doce... mentira... ganha nada não. Mas  relate nos comentários, ok? Desafio lançado...


Novo CD de Madonna
E pra finalizar, a eterna rainha MADONNA divulgou a capa de seu novo CD (MDNA). Esse disco promete. Bem-vinda de volta ao topo, Madonna!

Beijos
@aharomavelino


domingo, 29 de janeiro de 2012

A BRUXA JÁ DEU AS CARAS

Dani e Thiago despencam em Xanadu (fonte: Ego)

Oi, gentemmmm...

Num final de semana agitado, no qual tivemos Rita Lee presa em Sergipe (ela deu piti no final de seu show e sambou na cara dos policiais xingando-os de santo e rapadura, fez apologia ao uso de maconha - dizem as más língua, eu nem estava lá, hein) e  a pobre Danielle Winitis e o gatérrimo do Thiago Fragoso sofrendo um acidente durante a apresentação do musical Xanadu (o cabo que sustentava os atores quebrou e eles caíram em cima da plateia - calma, todo mundo passa bem, dizem...)... então, pra espantar um pouco a bruxa solta, vou falar de um livro que li semana passada e adorei. Anotem a dica, leiam, se tem alguém aí que gosta de romance policial como eu, vai amar!
***********
O livro é A OUTRA FACE (Sidney Sheldon, Record, 239 páginas). A trama é uma delícia. É aquele tipo de livro policial que deixa você vidrado da primeira a última página. A obra narra a história de um psicanalista cujo paciente (homossexual) é assassinado no meio da rua (movimentada). Se não bastasse isso, logo sua secretária (do psicanalista) também é morta. Resultado: ele torna-se o principal suspeito dos crimes. Junte aí um policial disposto a se vingar do cara por causa de um rusga do passado. O livro ganhou o prêmio Edgar Allan Poe (o Oscar dos livros de mistério). Vale muito a pena. Só não gostei do final, mas também não vou contá-lo aqui, né? O livro é antigo, há um número enorme de capas, essa aí (na imagem) é da edição 42 de 2011, a que tenho em mãos. Ah, outra coisa: a história do livro não tem nada a ver com a do filme estrelado por John Travolta e Nicolas Cage, hein.
**********
Homenagem do Site Nossos Tons à diversidade
Hoje, dia 29 de janeiro é o Dia da Visibilidade Trans. Numa época de preconceitos, discriminações... Num tempo onde os direitos individuais não têm sido respeitado, onde pessoas são agredidas (ou mortas) pelo simples fato de não pertencer ao modelo que alguns ditam como normal ou certo, temos que levantar a nossa voz e dizer: Não importa se somos homossexuais, heterossexuais, bissexuais, transexuais, travestis, ou seja lá qual o rótulo usado. Somo todos de uma única e maravilhosa espécie: A HUMANA. Ainda bem que o mundo é colorido, já imaginou se tivéssemos que conviver com uma realidade cinza, monocromática... Não, eu prefiro a beleza da diversidade. Obrigado ao querido Júlio Marinho do site Nossos Tons pela bela imagem. 

Beijos...
@aharomavelino

sábado, 28 de janeiro de 2012

CURTO E GROSSO


Oi, amores
Vamos a mais uma rodada de veneno destilado desse ser que vos escreve? Adooooro!

**********
No post passado, falei da transexual de O Brado Retumbante. Uma bela homenagem a essa gente guerreira. Agora, quero parabenizar o autor Miguel Falabella pela personagem Ana Girafa (Luis Salém), uma travesti do bem, trabalhadora, honesta... Miguel quebra um pouco o mito e o preconceito que cercam as travestis e mostra que a orientação sexual de uma pessoa não mede o seu caráter. E viva a diversidade.


**********
Vocês se lembram da novela Amor e Revolução do SBT? Pois é, quase ninguém lembra. A novela foi anunciada (principalmente pelo autor) como a nova maravilha da TV. Foi um fiasco. Depois dela, a emissora de Silvio Santos decidiu tirar da gaveta Corações Feridos (adoro esse nome), escrita pela primera-dama do SBT, Íris Abravanel. Pois  num é que a novela é boa, minha gente? Tem uma fotografia bem trabalhada, o texto não é ruim, a produção é bacana e alguns atores dão show (bem, o Victor Pecoraro parece uma porta).
**********
Cynthia Nixon, a Miranda de Sex And The City, disse recentemente que é bissexual. Ela já havia dito que era lésbica. Ela também já foi casada com um bofe e teve dois filhos com ele. Atualmente, a atriz vive com Christine Marinoni. Bem, nós aqui do Papel Mágico, não estamos nem aí se dona Cynthia é bi, tri ou pansexual. O importante é sua arte. A sua sexualidade só importa a ela mesma. Pra gente, o importante é seu talento. Mas se ela quiser continuar mantendo uma relação lésbica, nós damos o maior apoio. 
**********
Paris, Prince e Blanket - filhos do eterno rei do Pop Michael Jackson - participaram de uma homenagem ao pai. Os pimpolhos marcaram a calçada do Teatro Chinês em Los Angeles com as luvas e o sapato do papai famoso. Justa homenagem ao rei, mas, cá pra nós, por que não fizeram isso quando ele era vivo? Sacanagem!


**********
Um bafo: a partir de fevereiro, vamos postar uma entrevista por semana. Sempre com gente que é a cara da riqueza. E pra começar, nada mais, nada menos do que um autor de novela da Globo!!! Dá licença que eu tenho condições....rsrsrsrs

beijos
@aharomavelino

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

QUE TAL UMA RAPIDINHA?

Hora das notícias

Oi, meu povo

Vamos dar um pequeno giro pelos babados da semana na TV e na mídia?
********
Transex dando pinta na Globo
A comunidade LGBT ainda não engoliu o fato da dona Rede Globo nunca ter mostrado um beijo gay em suas novelas. Ok. Concordo, mas, quando quer, o Plim Plim faz bem feito. Essa semana, por exemplo, eles mostraram uma personagem transexual na minissérie O BRADO RETUMBANTE. As cenas de Julie (Murillo Armaciollo) foram as mais lindas e sensíveis do programa. Luxo e riqueza.
********
Rei Davi sambando na cara da Globo
Falando em minissérie, na última quinta-feira, a Record sambou na cara da Globo com sua O REI DAVI. Pois é, minha gente, a trama religiosa da emissora do bispo caiu no gosto popular e cravou 15 pontos contra 11 da Vênus Platinada. E olha que a minissérie tem uns defeitinhos de produção, imagina se fosse perfeita...
********
Valdirene do Frango
E Val Marchiori, hein? Então, a Odete Roitman do MULHERES RICAS não imaginava que sua participação no programa da Band fosse causar tanto fuá... é um babado atrás do outro. O último veio do pai dos seus filhos: em declaração à Revista Veja, o bofe disse com todas as palavras que Valdirene do Frango é, e sempre foi, "uma prostituta de luxo". A loiruda não deixou barato e disse que vai processar o ex-amante. Tempestade vindo aí.
********
A nova Márcia Goldsmith da Band
O Muito + da Band pode não ter dado (ainda) a audiência que a emissora queria, mas já rendeu uma ameaça de processo. O sururu aconteceu entre a apresentadora Galisteu e o diretor Vildomar Batista (Record). Durante uma entrevista com a Mulher Samambaia no Muito +, Vildomar foi espinafrado. Ele, claro, não gostou nada disso. Reclamou no Twitter, detonou Adriane e a loira respondeu no mesmo tom mandando o funcionário da Record deitar na BR. Cá pra nós, tenho achado a Galisteu meio da barraqueira ultimamente. Ela tá toda trabalhada na futrica. Basta lembrar que a loira mencionou um Twitter fake de Dani Albuquerque como se fosse verdadeiro e nem se dignou a pedir desculpas... affff
********
O Rio de Janeiro continua lindo
Depois das chuvas e dos deslizamentos de terra, o Rio de Janeiro sofreu outro baque: o desabamento de três prédios no centro da cidade. Nossas vibrações positivas para os familiares das vítimas dessa tragédia. 

Fui...
@aharomavelino

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

E O TAL DO MUNDO NÃO SE ACABOU...


Beijo Gay


Olá, gente

Como sabem, sou chegado numa ceninha básica. Vamos a mais uma? Dessa vez, sobre o temido beijo gay...

CENA 01

PEDRO E SAULO ESTÃO ESTUDANDO PARA A PROVA UMA PROVA.

SAULO              Odeio matemática. Por que a gente tem que aprender esse tanto de fórmulas? A gente nem usa isso! Coisa sem noção!

PEDRO              (DISTANTE) Saulo, você é gay, num é?

SAULO              Sou, por quê?

PEDRO              Posso te pedir um favor?

SAULO              Claro.

PEDRO              Me dá um beijo?

SAULO              (SURPRESO) Um beijo? Como assim, um beijo?

PEDRO              Um beijo, pô. Cê sabe o que é um beijo, num sabe?

SAULO              Claro que eu sei o que é um beijo... eu só num sabia que você...

PEDRO              (CORTANDO) E aí? Vai rolar ou não?

SAULO              Tudo bem...

SAULO SE APROXIMA DO ROSTO DO AMIGO. BEIJA-LHE OS LÁBIOS TIMIDAMENTE. PEDRO PUXA O COLEGA PARA PERTO DELE E FORÇA UM BEIJO DE LÍNGUA. ELES PERMANECEM NO BEIJO POR ALUM TEMPO.

SAULO              Nossa... isso foi tão... tão... surpreendente...

PEDRO PERMANECE CALADO. PENSATIVO.

SAULO              Tá tudo bem, Pedro?

PEDRO              Engraçado... A gente continua existindo...O mundo não acabou.

SAULO              Hã? Do que é que você tá falando, cara?

PEDRO              É que na igreja, disseram que o beijo gay seria o fim do mundo.

SAULO RI.
CORTA PARA:

É isso
@aharomavelino

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

FALANDO A NOSSA LÍNGUA


Oi,

Há dois anos, escrevi um romance voltado ao público LGBT. Nele, eu conto a história de quatro adolescentes gays: Nando, Lipe, Caio e Júlia. Foi uma delícia escrever essa trama, ver os personagens ganhando vida. Às vezes, via minha vida na vida deles. Concluído o livro, pensei que o mais complicado fosse achar uma editora,  afinal quem era Aharom Avelino? Ninguém! Confesso que foi uma jornada dura... Enviei o livro a várias editoras, muitas disseram NÃO e nem se deram ao trabalho de explicar o porquê, outras nem responderam. Normal. É assim que funciona o mercado. No entanto, o que mais me deixou entristecido foi um papo que tive com uma pessoa do meio editorial (não digo o nome nem sob tortura). Quando falei para essa pessoa sobre meu projeto, ela foi categórico:

- Ih, sai dessa... Desista. Literatura gay não vende. Os gays não gostam de ler. Principalmente os jovens. Eles sofrem de um analfabetismo cultural. Só querem saber de boates, festas, drogas e sexo... Seu livro nem é pornô!

Como assim? Pensei. Será que gays só pensam em sexo? Eles não se apaixonam? Não vivem uma grande paixão? Não sofrem por amor, como os meus personagens? Claro que eles vivem tudo isso.  Nós vivemos! Somos humanos como qualquer outra pessoa... Não desisti. Fui atrás. Achei uma editora interessada. A coisa foi andando, andando... aí veio a primeira decepção: a capa do livro. Ela era morta, parada, sem graça. Reclamei e me disseram que optaram por uma coisa mais discreta. Que não chocasse ninguém. 

O quê? Então, eu teria o livro publicado, mas ele seria um livro enrustido? Preso no armário? Nem pensar! Se eu estava fora do armário, por que meu livro ficaria lá dentro? Desisti. Mudei o foco, voltei pra minha vidinha. Fui escrever minhas peças, meus roteiros e outras histórias. Hoje, as vésperas de lançar um outro livro (infantojuvenil, nada a ver com o mundo LGBT), a história dos meus quatro amiguinhos coloridos voltou aos holofotes. O livro sairá  e com uma capa decente, bonita, colorida... somos assim. Não somos?

Editora Escândalo
Falei do meu livro, apenas para citar a Editora Escândalo (não serei publicado por ela, ainda...), que é uma casa editorial que fala nossa língua. Uma editora voltada para o público LGBT. Uma editora que, assim como eu, acredita que nossa gente não é analfabeta cultural, apenas precisa de uma literatura com a qual se identifique. Pena que, quando escrevi meu livro, a Escândalo ainda não existia. Mas, amanhã é outro dia... outros histórias... outros livros... vai que... né? Parabéns ao escritor Roberto Muniz, um dos idealizadores da Escândalo. Sucesso!

@aharomavelino

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

ENQUANTO ISSO NA SALA DE JUSTIÇA...


Oooooi, 

Um giro pelo mundo da TV:

A Globo mostrou que continua imbatível naquilo que faz de melhor: dramaturgia. A minissérie O BRADO RETUMBANTE foi de encher os olhos. Produção incrível, fotografia caprichada, direção firme e atuações consistentes. Tudo bem que eles tenham chupado o estilo de Fringe (seriado americano) nas legendas que mostram o local onde a trama se passa, mas isso é um mero detalhe.
***
O MUITO + da Band pagou mico essa semana ao falar da possível briga entre a apresentadora Daniela Albuquerque (RedeTV) e a "mulher rica" Val Marchiori. O bafo é que as declarações atribuídas a Dani pertenciam, de fato, ao fake dela no Twitter. Um programa de tv que deseja ser informativo deveria, no mínimo, examinar melhor suas fontes. Zero para a produção do Muito + e zero para o tom irônico de Galisteu ao falar da colega da emissora concorrente.
***
No último domingo, tivemos o Globo de Ouro. O melhor do evento foi o embate Elton John x Madonna. Já no tapete vermelho, Elton quis fazer a bandida e disse que Madonna não tinha nenhuma chance de ganhar o prêmio (eles concorriam na categoria "melhor canção original"). E não é que a rainha do pop ganhou com a música "masterpiece" - tema do seu filme W.E? A TNT fez questão de focar a cara odiosa de Elton ao ver sua rival receber o prêmio. Fazer o quê, mona? Rainha é rainha, né?
***
Carol Castelo Branco, uma das mais belas e inteligentes jornalistas da TV brasileira, deixou a RedeTV e foi para o SBT. A lindona vai comandar o programa A GRANDE IDEIA aos domingos, sempre às 8h. O programa falará de economia, mercado, empreendimentos e outros bichos... Num país que fabrica milionários todos os dias, esse programa vem em boa hora. Valerá acordar cedo todo domingo. Sucesso, Carol.
***
Amor e Revolução chegou ao final da mesma forma que começou: patinando no Ibope. O autor da trama, Tiago Santiago, até que tentou. Alguns finais foram escolhidos pelo público (em votação pela internet). Assim, o padre da trama terminou casado e as lésbicas juntinhas da Silva. Pena que ninguém viu, né?
***
E o sururu do BBB12, hein? Babado e confusão essa coisa de estupro. No entanto, não vou comentar o assunto (nem posso), pois não assisto ao programa...



é isso...
@aharomavelino

PS: revejam o Papel Mágico 01...

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

IRONIA PONTO COM


Oi, gente

Sei que vai ter um bando de louco aqui postando impropérios, agressões, ameaças... mas, eu não resisto à ironia. Falando da última (e infeliz) declaração do Papa sobre o casamento gay... vejam a ceninha (e o vídeo no final):

CENA O1

OS DOIS SUJEITOS SENTADOS NO ÔNIBUS. SEGUEM PARA O TRABALHO.

UM                Eu te disse, não disse?

DOIS             Disse o quê?

UM                Que esse negócio de casamento gay era coisa do diabo. Que num era certo. Que Deus num gosta deles... (BAIXINHO) Eu acho que essa gente quer dominar o mundo...

DOIS             Pra mim, eles só querem ser felizes e garantir o direito deles... como todo mundo.

UM                Não. Eles querem é destruir as famílias. Esse tipo de coisa: que é o casamento dos gay, isso é uma ameaça pro mundo... até o Papa disse! Ele falou que essa coisa ameaça a humanidade.

DOIS             Como a união de duas pessoas em nome do amor pode ameaçar a humanidade?

UM                (PENSA UM POUCO) Não sei... mas se o Papa falou...

DOIS             E o que o Papa disse sobre esses casos de pedofilia na igreja?

UM                Bem... sobre isso ele num falou não. Mas isso daí num deve de ser importante, né? (SÉRIO) Mas casamento de gay é um absurdo... (OLHA PARA FRENTE)

OS DOIS SEGUEM EM SILÊNCIO.
CORTA.

beijos fui...
@aharomavelino





segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

MEU FILHO

Capa do livro VIVER NÃO PRECISO (meu filho)

Oi,

eu já havia vendido esse peixe aqui, mas volto a oferecê-lo: trata-se do meu livro VIVER NÃO É PRECISO, uma aventura infantojuvenil. Tudo acontece nos anos 80, mais precisamente na infância dos anos 80. Quem viveu essa época vai se deliciar com os relatos das brincadeiras, dos programas de TV (quem, nos anos 80, não viu Viva a Noite, Domingo no Parque ou Cassino do Chacrinha?) e das travessuras de rua (roubar fruta nos vizinhos era quase uma obrigação).

Espero que gostem do livro, ele sairá (logo, logo) pela Livros Ilimitados. Enquanto isso, um trechinho...



Olhei para a minha direita e vi que um colega estava todo animado brincando de amolecer a caneta Bic, um truque impossível de ser realizado com minha caneta Kilométrica, muito menos com a caneta de doze cores da Júlia, que além das doze cores, ainda tinha cheirinho. O Marcos, o tal que fazia o truque da Bic, queria mesmo era impressionar a Mila, mas impressionante seria ela cair num truque tão antigo.
- Tá vendo? Eu sou mágico... Até consigo fazer essa caneta ficar molinha igual a macarrão – disse o Marcos sorrindo.
- Tô vendo... Tô vendo que você é um besta! – retrucou a Mila.
O Marcos ficou com cara de tacho, enquanto a Mila virou-se para a Lídia e foi tratando de trocar a figurinha repetida do grupo Menudo que ela havia tirado no chiclete por uma do grupo Dominó que ela ainda não tinha. Eu comecei a rir do Marcos, mas ele fez uma cara feia e eu fiquei na minha. A última coisa que queria era uma confusão, pois a professora estava louca pra me mandar pra fora da sala.



Então é isso... só um pedacinho... Vamos aproveitar as postagens de janeiro para rever os vídeos do Papel Mágico? Legal! E aí vai o primeiro... mico pouco é bobagem...



Beijos
@aharomavelino


PS: depois desse, teremos o meu primeiro romance LGBT que tem o título (provisório) de ANJO COLORIDO.



quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

SÃO AS ÁGUAS DE JANEIRO


Oi,

o ano começou e com ele as chuvas. Há tempos (nem me lembro há quanto tempo), todo mês de janeiro é a mesma história: encostas que deslizam, casas que caem, estradas destruídas, famílias destroçadas... A coisa é tão corriqueira e as tragédias são tão comuns, nesse período do ano em especial, que estamos perdendo nossa capacidade de "choque". Ouvimos nos noticiários que "não sei quantas pessoas morreram durante a chuva de ontem em..." e não ficamos chocados. Como se a perda de vidas, nesse caso, fosse normal. NÃO É!

O Japão foi devastado por um terremoto, seguido de um tsunami, depois teve que enfrentar o risco de uma tragédia nuclear e o que ele fez? Se reergueu. Em pouco tempo um Japão arrasado se levantou, voltou das cinzas e mostrou que é possível aprender com as tragédias e é possível sobrevier a elas (com sequelas, mas possível). Li em algum lugar (não me lembro agora) que os japoneses devolveram uma boa soma em dinheiro que lhe foi doado para se refazer da tragédia. Não precisaram da grana. Palmas para os japoneses... enquanto isso, aqui no Brasil, ouvimos, lemos e ficamos sabendo que parte do dinheiro destinado a ajudar as vítimas das chuvas do ano passado sumiu! Isso mesmo: sumiu! 

A corrupção no Brasil é uma doença crônica. E parece que estamos perdendo - junto com nossa capacidade de nos chocar - a capacidade de nos indignar com o roubo do dinheiro público... se é que já nos indignamos alguma vez. Bem, 2012 é ano eleitoral. Será que alguma coisa vai mudar no quadro do Poder? Tenho dúvidas!

@aharomavelino

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...