sábado, 31 de julho de 2010

BELAS DA REDE


Carol C Branco, Keila Lima, Rita e Flávia           
Olá,

Estava observando a RedeTV! e uma dúvida me veio à cabeça: seria ela, uma emissora disfarçada de agência de modelos, ou uma agência de modelos disfarçada de emissora de TV? Nada contra as outras redes, mas vamos combinar: onde podemos achar um elenco tão grandioso de beldades à frente de noticiários televisivos?

Vejamos: Renata Maranhão (Leitura Dinâmica), Flávia Noronha (TV Fama), Rita Lisauskas (RedeTV News), Paloma Tocci (RedeTV Esporte), Cláudia Barthel (RedeTV News), essas são as fixas que fazem as notícias ficarem mais amenas, mesmo quando não são.

Ainda no time das belíssimas, temos Carol Castelo Branco, essa além de bonita, mostra que é talentosa ao extremo, a moça é o coringa da emissora: ela faz o boletim do tempo no RedeTV News, apresenta o Leitura Dinâmica, comenta o futebol, tudo com muita elegância e beleza.

Daniela Albuquerque, Paloma e Renata
E claro, as apresentadoras do matutino Manhã Maior. Keila Lima e Daniela Albuquerque, além de lindíssimas, descoladas e divertidas, as belas são jornalistas, sim, senhor! Parabéns à RedeTV!

É isso.
@aharomavelino

quinta-feira, 29 de julho de 2010

SAI DE BAIXO COM O SERIADOS

                       

Olá,

A Globo tem tentando emplacar algum seriado nas noites de domingo após o Fantástico, mas as duas últimas experiências que teve – Norma e SOS Emergência – foram tiros n’água. Os dois seriados não renderam os pontos que a emissora esperava e foram limados, pois apanhavam feio da concorrência. Uma pena, visto que é sempre bom assistir a produtos nacionais. Ok, ninguém aguentava ver Norma, chatíssimo, mas SOS até prestava. Esse tipo de programa gera emprego a técnicos, atores, produtores, roteiristas, etc. Já os filmes, bem... Os filmes dão dinheiro a Hollywood.

A emissora carioca decidiu apelar para os filmes de ação. Lastimável, vamos ter que engolir enlatados. Quer dizer, eu não! Mudarei de canal numa boa.

Acho que a Globo morre de saudade dos bons tempos de Sai de Baixo. Aliás, pra quem gosta do seriado, ele está sendo exibido no Canal Viva da Globosat. Sai de Baixo foi um sopro de criatividade: bons textos, atuações memoráveis, direção correta. Um show! Tudo de bom!

É isso...
@aharomavelino

sexta-feira, 23 de julho de 2010

A LITERATURA É FANTÁSTICA

                        

Olá,

O Brasil tem uma tradição literária curiosa, aqui só é considerada literatura de verdade aqueles livros aqueles livros que você lê, não entende e – às vezes – não gosta. Literatura fantástica é tabu, quase uma heresia. Comportamento, no mínino, besta. Enquanto o mundo vende livros e mais livros falando de vampiros, lobisomens, fantasmas e afins; no Brasil, ignora-se esse segmento literário.

Aí, entram algumas editoras corajosas como a Editora Draco, eles valorizam, apóiam e publicam literatura fantástica no Brasil e é dessa editora um livro delicioso chamado ANNABEL & SARAH. Achei-o por acaso e fiquei viciado em sua leitura. A trama parece uma Alice no País das Maravilhas moderna, pop, contemporânea, maluca. Parabéns à Draco, parabéns aos brasileiros que escrevem literatura fantástica. Não existe isso de literatura menor ou maior, o livro é (antes de tudo) uma diversão, então deve ser divertido. Ou o processo de leitura fica chato.

É isso.
@aharomavelino 

terça-feira, 20 de julho de 2010

AGULHADAS

                               

Olá,

Quem, assim como eu, está na faixa dos 30 e poucos anos certamente se lembra do sucesso que foi a novela Ti-Ti-Ti de Cassiano Gabus Mendes. Como esquecer os tipos criados pelos atores Reginaldo Farias e Luis Gustavo que fizeram os primeiros Jacques Leclair e Victor Valentín? Como não se lembrar do batom Boka Loka?

Pois é, a novela voltou, agora escrita pela sempre elegante Maria Adelaide Amaral. E voltou com uma missão complicada: resgatar a boa audiência do horário das sete que foi jogado no lixo pela trama sem sal de Bosco Brasil (Tempos Modernos). Se você é do tipo que não gosta de novelas, ou que diz não gostar, deveria assistir a Ti-Ti-Ti, pelo menos para ver como uma autora culta como Maria Adelaide se sai com um texto popularesco do tipo  Cassiano.

O primeiro capítulo da novela não trouxe o ibope que a Globo queria (ficou na casa dos 29 pontos), mas mostrou que a novela tem potencial, com acertos e erros: Cláudia Raia roubou a cena, Malu Mader não disse a que veio (ainda), Elizângela deu show, Isis Valverde continua sendo a RaKely de Beleza Pura (menos burra) e por aí vai. Acho que faltou mais ritmo ao primeiro capítulo, Jorginho Fernando deixou sua marca em vários momentos, mas em outros, a direção esteve frouxa (como na apresentação dos filhos de Jacques Leclair, fraquinha).

Merece destaque o casal gay (núcleo de BH), no primeiro capítulo eles demonstraram carinho e tudo o mais, mas – pra variar – a Globo tremeu nas bases e não deixou rolar nem um bitoquinha. A propósito, um deles morrerá logo logo. Pena! E que venha os próximos capítulos.

É isso!
@aharomavelino 

SAUDADE

Olá,

agora são 6h50, estou acordado desde às 2h (sim, eu tenho insônia) e passando pelo YouTube (adoro esse site), achei uns comerciais que me levaram de volta à infância. Eu vivi os anos 80 - e como foram bons aqueles tempos - e todo o o seu colorido. 

Nessa de perambular pelo YouTube achei o comercial do PIROCÓPTERO. Nossa, muita coisa veio à mente: imagens, acontecimentos, risos, choros, alegrias. Os anos 80 foram mágicos, sim. Quem diz que foi a década perdida é porque não imaginava o que viria depois (eguinhas pocotós, bocas de garrafas, lati que eu tô passando e por aí vai...)

Quem teve o prazer de ter um Pirocóptero se deliciará com esse vídeo. 
Beijos...

@aharomavelino


sexta-feira, 16 de julho de 2010

DIREITOS PARA QUEM TEM DIREITO

                                 

Olá,

Essa semana a Argentina deu uma lição ao Brasil. O congresso do país vizinho aprovou o tão comentado “casamento gay”; assim, eles saíram na frente de toda a America do Sul. Uma pena que aqui, onde adoramos dizer que somos o país do futuro, essa lei ainda pareça tão distante de ser aprovada.

No Brasil, a lei que ampara a união civil entre pessoas do mesmo sexo encontra forte oposição junto à bancada que se denomina cristã (evangélicos e católicos), até aí tudo bem, visto que eles estão praticando a religião deles e ela não apóia a homossexualidade. Mas, quando essa gente usa suas crenças para suprimir o direito de outros, a coisa muda de figura. Negar ao cidadão homossexual seus direitos é negar a ele sua própria cidadania. Quando pagamos nossos impostos, não nos é perguntado se somos homossexual ou hétero. Por que, então, não é dado a todos os mesmos direitos? (Não é isso que prega nossa Constituição?).

O Brasil é, em tese, um país laico, logo, suas leis deveriam ser para todos, independentemente da religião que professam (e até mesmo para quem não professa nenhuma); então, é – no mínimo – estranho que os homossexuais tenham menos direitos que os heterossexuais quando se trata de união civil.

É isso.
@aharomavelino 

quinta-feira, 15 de julho de 2010

PIPOCA FRIA

                     

Olá,

Hoje eu assisti ao programa Popcorn tv da Band (ok, ontem, eu vi também). Muito se falou antes da estreia dessa nova atração, então, quis ver como era. E vi um programa CHATÍSSIMO! Otávio Mesquita e Luize Altenhofen apresentam um programinha mais tosco, sem pé nem cabeça, sem brilho ou atratividade. Diziam que seria uma nova versão do Programa Livre. Ledo engano. O programa não passa de uma desculpa pra exibirem pegadinhas e vídeos tipo cassetadas de gosto duvidoso. Lamentável. Não é por nada que a coisa tá dando média de 1 ponto (o que acho muito ainda).

É isso!

@aharomavelino

terça-feira, 13 de julho de 2010

TEMPOS PASSADOS

                    

A novela Tempos Modernos está partindo, acabando, dando no pé, se empirulitando... E já vai tarde. Oh novelinha mais sem pé nem cabeça. Quem aguentou acompanhar a trama arrastada de Bosco Brasil desde o início que levante a mão. Eu detestei!

A trama que iniciou prometendo uma revolução no formato, deixou a desejar. A história era estranha, arrastada e sem emoção. Os personagens não tinham um pingo de carisma, o casal romântico formado por Fernanda Vasconcellos e Thiago Rodrigues tinha o carisma de uma geladeira apaixonada por um frízer. Triste. Antônio Fagundes parece que parou no tempo, desde o Pedro (Carga Pesada) que ele é o mesmo. E a Eliane Giardini? Eu gosto dela, mas, coitada, estava jogada na trama.

Sorte pior tiveram Viviane Pasmanter e Guilherme Weber, a primeira sumiu sem mais nem menos e voltou mais perdida do que cachorro que cai do caminhão de mudanças; o segundo sumiu e, bem, continuou sumido. Grazi Massafera que começou como grande vilã viu sua personagem mudar de rumo e de personalidade e virar, sabe lá o Deus o quê. Mas a moça provou que já tem dignidade pra levar um papel até o fim.

Tempos Modernos entra para o grupo de novelas que não deixarão saudade. E que venha TI TI TI.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

JOGANDO EM TODAS

                    

Olá,

Gente, o que é a Marília Gabriela? A jornalista está em todas agora. Além de apresentar os programas de entrevista na GNT e no SBT, a moça acaba de assinar contrato com a TV Cultura para ser âncora do tradicional Roda Viva.

Por isso que há tanto desemprego no país, uma única pessoa abocanha três cargos de uma só vez.
É isso...

@aharomavelino

segunda-feira, 5 de julho de 2010

DIVAS

                     

Olá,

julho, mês de férias, e duas divas da tv brasileira se mandaram para terras americanas. As belas e talentosas apresentadoras Daniela Albuquerte (RedeTV!) e Hebe Camargo (SBT) viajaram juntinhas para Nova Iorque. Vale lembrar que Dani fará niver no dia 22 (sim, ela é leonina) e vai comemorar lá nas terras do Tio Sam com sua amiga Hebe. Muito digno.

As duas estrelas voltam ao Brasil lá pelo dia 26 de julho. Gente fina é outra coisa,  né? Por falar nisso, Dani disse em seu Twitter (@daniredetv) que almoçaria com uma estrela de Hollywood, estamos esperando o nome da pessoa. É isso!

@aharomavelino

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...